Kremlin diz estar pronto para negociações com Ucrânia na Bielorrússia

O Kremlin disse neste domingo que está pronto para discussões com a Ucrânia na Bielorrússia e, embora Kiev ecoasse a necessidade de negociações de paz, respondeu à oferta pedindo uma mudança de local.

Moscou enviou uma delegação contendo oficiais do exército e enviados diplomáticos a Homel, na Bielorrússia, para se reunir com seus homólogos da Ucrânia, disse o porta-voz do governo russo, Dmitry Peskov.

“A delegação russa está pronta para conversas e agora estamos esperando os ucranianos”, anunciou o funcionário, segundo a Associated Press .

Embora o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, tenha reconhecido que Kiev está pronta para as discussões sobre a paz entre as duas nações, ele descartou a Bielorrússia como destino da cúpula.

Ele sugeriu possíveis locais alternativos como Varsóvia, Baku, Budapeste, Bratislava ou Istambul, mas enfatizou que a Bielorrússia – que ajudou a facilitar a incursão da Rússia na Ucrânia – não seria uma opção.

A Bielorrússia permitiu que tropas de Moscou entrassem na Ucrânia através de sua fronteira com o país e, além disso, participou de exercícios militares conjuntos com a Rússia antes da invasão.

Em resposta ao apoio de Minsk , o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs sanções a 24 cidadãos e instituições da Bielorrússia na quinta-feira por seu papel em facilitar a invasão da Rússia.

Embora o presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, conteste que as forças de Minsk tenham participado da incursão de Moscou na Ucrânia, ele disse que poderiam participar “se necessário”, segundo o The Independent. *Informações i24News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: