Salão Europeu do Estudante: Portugal e França estreitam laços no Ensino Superior

Em Paris, começou nesta sexta-feira e prolonga-se até este domingo (28), o evento Salão Europeu do Estudante, onde estão presentes várias universidades, incluindo universidades portuguesas. O objetivo é proporcionar aos estudantes do ensino secundário francês a possibilidade de contatarem com instituições de Ensino Superior espalhadas pela Europa.

Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades Portuguesas começou por dizer, em conferência de imprensa, a sua opinião sobre o evento e falou da participação de Portugal como convidado de honra pela primeira vez.

É muito importante. Eu estou aqui com o senhor secretário de Estado do Ensino Superior que foi quem mais trabalhou para conseguirmos este resultado. É a primeira vez que Portugal está em força numa feira deste tipo que vai ao encontro do objectivo que é internacionalizar o Ensino Superior em Portugal“, começou por referir.

A secretária de Estado deixou depois um apelo à comunidade portuguesa em França: “Do meu ponto de vista, como secretária de Estado das Comunidades é também uma oportunidade de chegar à comunidade portuguesa e luso-descendente e dizer: ‘Venham estudar para o Ensino Superior em Portugal‘”.

Berta Nunes falou também sobre a existência de uma cota de 7% reservada para emigrantes e luso-descendentes, que equivale a 3500 vagas de acesso ao Ensino Superior público, em Portugal, que considera ser “uma oportunidade para a comunidade, nomeadamente, para os jovens que querem estudar no Ensino Superior“.

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas recordou ainda uma outra política do Estado português: o programa Regressar.

Se juntamente com o estudante que for para Portugal, a família quiser regressar, temos o programa Regressar “, acrescentou, salientando que Portugal necessita que as suas comunidades voltem ao país porque existe uma grande falta de mão de obra.

Berta Nunes recordou depois o facto de os institutos de ensino em Portugal terem cada vez mais candidaturas a este programa específico dirigido a emigrantes e luso-descendentes. No ano passado, existiram mais de 500 candidaturas, num leque total de 3500 vagas. *Informações RFI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: