O presidente russo Vladimir Putin convidou o líder chinês Xi Jinping para visitar Moscou no próximo ano.

“Não tenho dúvidas de que encontraremos uma oportunidade para termos um encontro pessoal. Esperamos você, estimado senhor secretário, caro amigo, esperamos você na próxima primavera [no Hemisfério Norte] para uma visita de Estado a Moscou“, disse Putin durante a conversa com o presidente da China.

Putin enfatizou que isso demonstrará ao mundo a solidez das relações sino-russas em questões chave, e será o principal evento político do ano nas relações bilaterais.

Além disso, o líder russo declarou que a coordenação da Rússia e da China na arena internacional serve para estabelecer uma ordem mundial justa.

“A coordenação de Moscou e Pequim na arena internacional, inclusive no âmbito do Conselho de Segurança da ONU, da Organização para Cooperação de Xangai, do BRICS e G20, serve para estabelecer uma ordem mundial justa baseada no direito internacional”, disse Putin durante conversa com o presidente chinês Xi Jinping por meio de uma videoconferência.

Putin observou que a Rússia e a China compartilham os mesmos pontos de vista sobre as causas, o desenvolvimento e a lógica da transformação em curso do cenário geopolítico global.

Informa-se também que Rússia e China continuarão a cooperação na esfera técnico-militar, que contribui para a segurança de ambos dos países.

“É claro que a cooperação militar e técnico-militar ocupa um lugar especial em todo o complexo de cooperação sino-russa que contribui para a segurança dos nossos países e para a manutenção da estabilidade em regiões-chave. O objetivo é fortalecer a cooperação entre as Forças Armadas da Rússia e da China”, ressaltou Putin.

Xi Jinping, por sua vez, declarou que a China está pronta para intensificar a cooperação estratégica com a Rússia e serem parceiros globais em benefício dos povos dos dois países, levando em consideração a estabilidade mundial em condições internacionais complexas. *Sputnik

Publicidade