Cientista equatoriano recriou uma cerveja de 400 anos atrás depois de “ressuscitar” a levedura do produto

Foto tirada de: (pexels.com/es)

O bioengenheiro equatoriano Javier Carvajal recriou uma cerveja de 400 anos atrás no laboratório da Universidade Católica do Equador, depois de “ressuscitar” a levedura (fungos microscópicos capazes de produzir fermentação) do produto.

Nesse sentido, Carvajal especificou que “com a descoberta, não só foi possível recuperar um tesouro biológico, mas também um trabalho silencioso de 400 anos de domesticação de uma levedura que provavelmente veio de uma garrafa que continha chicha (bebida fermentada de milho) e que foram recolhidos do meio ambiente”.

“O microrganismo foi encontrado dentro de um barril de carvalho. Essa foi a chave para recuperar a fórmula da bebida. Eles foram encontrados como se estivessem dormindo, eram sementes praticamente secas, mas deterioradas pelos anos. Por isso tivemos que realizar um processo de reconstrução e hidratação.”

Segundo os historiadores, a nomenclatura foi feita em Quito em 1566 por Frei Jodoco Ricke, um franciscano de origem flamenga que introduziu trigo e cevada na cidade que hoje é conhecida como capital do Equador. *NTN24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: