Suspeito de matar ex-premiê teria tentado assassiná-lo no dia anterior

O homem detido em flagrante após atirar na sexta-feira contra o ex-premiê japonês Abe Shinzo teria afirmado a investigadores ter visitado um outro local de campanha na cidade de Okayama, no oeste do país, um dia antes do assassinato. Ele teria desistido de atacar o político naquele momento porque os visitantes estavam sendo revistados na entrada.

Abe sofreu o ataque fatal enquanto discursava em um comício de rua na cidade de Nara, também no oeste. A polícia prendeu o suspeito, Yamagami Tetsuya, morador local de 41 anos de idade, atualmente desempregado.

Fontes ligadas à investigação já haviam citado anteriormente declarações de Yamagami de que ele havia estado em outros palcos de campanha, inclusive Okayama no dia anterior.

O suspeito teria dito agora que havia planejado matar o ex-primeiro-ministro em Okayama, mas que considerou o ato difícil devido aos procedimentos na entrada.

Participantes do comício em Okayama tinham de preencher nome e endereço ao ingressar no local. Fontes afirmam que Yamagami não teria chegado a entrar já que seu nome não foi encontrado na lista.

Segundo a investigação, o suspeito pode ter esperado por uma oportunidade de cometer o crime por algum tempo, sempre buscando o melhor lugar. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: