Assessores de Putin pressionam Japão devido a sanções à Rússia

Assessores do presidente russo, Vladimir Putin, criticaram o Japão em uma aparente tentativa de pressionar o país, devido a suas sanções contra a Rússia em conexão com a invasão à Ucrânia.

O ex-presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, indicou na terça-feira (5) em um comentário em rede social que o premiê japonês, Kishida Fumio, propôs o estabelecimento de um teto para o preço do petróleo russo para cerca de metade do atual nível. Medvedev afirmou que isso levaria à redução considerável de petróleo no mercado e à elevação de seus preços.

Ele acrescentou que o Japão “não terá nem petróleo nem gás da Rússia, assim como a participação no Sakhalin-2”, projeto de exploração de petróleo e gás natural, como consequência.

Na última quinta-feira, Putin assinou um decreto para substituir a operadora do projeto por uma nova firma russa a ser estabelecida pelo governo.

Duas empresas de comércio exterior do Japão participam do projeto. Contudo, há agora incerteza quanto ao grau de envolvimento dessas companhias.

O secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev, um assessor próximo de Putin, declarou na terça-feira que o Japão está aumentando suas “aspirações retaliatórias” pelas Ilhas Curilas.

A Rússia diz que o arquipélago Curilas inclui quatro ilhas que o Japão chama de Territórios do Norte. A Rússia controla as quatro ilhas. O Japão as reivindica. O governo japonês afirma que as ilhas foram ocupadas ilegalmente depois da Segunda Guerra Mundial. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: