Mais de 1 000 mortos em sismo no sudeste do Afeganistão

Soldados e representantes do Crescente Vermelho afegão perto de um helicóptero numa zona afectada pelo sismo no distrito de Gayan, na província de Paktika, a 22 de junho. AFP

No Afeganistão, o balanço do sismo que atingiu o sudeste do pais na madrugada da quarta-feira eleva-se a mais de 1000 mortos e várias centenas de feridos. As autoridades locais afirmam que este número pode aumentar.

O sismo de 6,1 na escala de Richter que sacudiu o sudeste do país na madrugada da quarta-feira (22) foi sucedido por outro abalo de 4,5.

O tremor de terra atingiu particularmente regiões densamente povoadas, nas províncias fronteiriças com o Paquistão. 

O vice-ministro da Gestão de Desastres Naturais, continua a actualizar os dados, e alerta para um risco de agravamento. Ele avança desde já que foram contabilizados mais de 1000 mortos e várias centenas de feridos em todo o país.

A maioria das vítimas provêm da província afegã de Paktika, situada na fronteira com o Paquistão. Outras províncias registraram números significativamente menores, mas que podem aumentar, de acordo com as autoridades locais.

Segundo o Centro Sismológico Euro-Mediterrânico (CSEM), cerca de 119 milhões de pessoas no Afeganistão, na Índia e no Paquistão, sentiram os tremores.

O porta-voz do ministério dos negócios estrangeiros afegão declarou que o país acolherá voluntários de todas as organizações internacionais dispostos a cooperar. *RFI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: