Empate técnico causa suspense nas eleições presidenciais da Colômbia

De um lado, o senador Gustavo Petro, 62 anos, ex-prefeito de Bogotá e integrante da guerrilha M-19 na década de 1980, tenta levar a esquerda pela primeira vez ao governo. Do outro lado, Rodolfo Hernández — um engenheiro de 77 anos, um outsider na política busca alcançar o topo do poder.

Tanto Petro quanto Hernández propõem uma guinada radical, uma ruptura com a política tradicional colombiana. Os dois chegam ao segundo turno empatados nas intenções de voto, após uma campanha marcada pela forte polarização.

Cientista político da Faculdade de Finanças, Governo e Relações Internacionais da Universidade Externado de Colômbia (em Bogotá), Alejandro Bohorquez-Keeney explicou que as pesquisas mais recentes estão muito apertadas, o que impede uma projeção mais clara quanto ao vencedor. “Tanto Hernández quanto Petro apresentam posturas de outsiders, são distintos da classe política tradicional”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: