Ucrânia: Rússia volta a utilizar mísseis hipersônicos

REUTERS – NATIONAL GUARD OF UKRAINE

Pelo segundo dia consecutivo, a Rússia confirmou ter utilizado mísseis hipersônicos na Ucrânia. Desta vez, para destruir um armazém de combustível do exército ucraniano no sul do país.

Uma importante reserva de combustível foi destruída por mísseis de cruzeiro ‘Kalibr’, lançados a partir do Mar Cáspio, assim como por mísseis balísticos hipersónicos lançados pelo sistema a aeronáutico ‘Kinjal’ a partir do espaço aéreo da Crimeia“, em comunicado do Ministério da Defesa russo, sem informar a data efetiva deste ataque.

Os mísseis hipersônicos podem atingir os 12.000 quilómetros/hora.

Moscou diz ter conseguido entrar em Mariupol, cidade que tem sido palco de fortes confrontos e de violentos bombardeamentos que acabaram por atingir alvos civis, nos últimos dias. 

A confirmar a conquista desta cidade por parte das tropas russas, trata-se uma importante reviravolta na guerra. Os combates de rua continuam no centro da cidade, fato que tem impedido a retirada de feridos.

Mariupol tem sido uma cidade mártir, com a situação a deteriorar-se de dia para dia. Os habitantes que não conseguiram sair, além de estarem debaixo de bombardeamentos constantes, fazem agora face à falta de água, comida, eletricidade e aquecimento.

Entretanto, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky lançou um apelo a Moscou, sublinhando que “está na hora” de se reunirem e de falarem de “paz e segurança”.  *RFI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: