Rússia admite que recrutas participaram da invasão da Ucrânia

Rússia admite que recrutas participaram da invasão da Ucrânia

O Ministério da Defesa da Rússia reconheceu na quarta-feira que alguns recrutas estão participando do conflito com a Ucrânia após várias negações do presidente Vladimir Putin , que disse que apenas soldados e oficiais profissionais foram enviados.

O ministério disse que alguns deles, servindo em unidades de abastecimento, foram feitos prisioneiros pelo exército ucraniano.

“Infelizmente, descobrimos vários fatos sobre a presença de recrutas em unidades que participam da operação militar especial na Ucrânia. Praticamente todos esses soldados foram retirados para a Rússia”, disse, prometendo evitar tais situações no futuro.

Na terça-feira, Putin insistiu que não havia recrutas.

“Enfatizo que os soldados recrutas não estão participando das hostilidades e não participarão delas. E não haverá convocação adicional de reservistas”, disse Putin em mensagem televisionada para marcar o Dia Internacional da Mulher. *The Jerusalem Post

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: