Governo do Japão aprova plano para impor sanções adicionais à Rússia e Belarus

Em uma reunião do Gabinete, nesta terça-feira, o governo do Japão aprovou um plano visando impor sanções adicionais à Rússia e Belarus. A medida foi tomada em resposta à operação militar russa em território ucraniano.

As medidas contra Moscou incluem a proibição de exportação de equipamento para refinação de petróleo. Os ativos de duas entidades serão congelados. Uma delas é uma empresa privada ligada ao setor militar. Os ativos de 20 indivíduos também serão congelados. O vice-chefe do escritório executivo presidencial da Rússia e outras autoridades governamentais estão entre os alvos. O presidente russo Vladimir Putin já se encontrava na lista.

As medidas contra Belarus, que se aliou à Rússia, incluem a proibição de exportações para organizações relacionadas com os militares. Semicondutores e outros produtos que contribuem para a fortificação de capacidades militares também foram proibidos. Os ativos de 12 bielorrussos serão congelados. Entre eles estão pessoas do governo. Os ativos de dez organizações também serão congelados.

Segundo o secretário-chefe do Gabinete, Matsuno Hirokazu, o Japão vai continuar a trabalhar com os países-membros do Grupo dos Sete e o resto da comunidade internacional com o objetivo de tentar melhorar a situação. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: