“Não precisamos de permissão de ninguém”: Marinha venezuelana sobre suposta mobilização de tropas russas

“Não precisamos de permissão de ninguém”: Marinha venezuelana sobre suposta mobilização de tropas russas

Após as acusações da Colômbia onde asseguram que na Venezuela há tropas russas a cobrir as fronteiras, não houve respostas negativas do regime, que asseguram que não devem pedir autorização para nenhuma operação.

O chefe do Comando Operacional Estratégico das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (Ceofanb), Domingo Hernández Lárez, em resposta a uma publicação do ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, indicou que “não precisamos da permissão de ninguém para mover nossas tropas russas, iranianas, gringos, italianos, ingleses, franceses, austríacos, israelenses ou qualquer outro que nos agrade”.

A publicação de Padrino López, respondendo às acusações do ministro da Defesa colombiano, Diego Molano, indica que há bases dos Estados Unidos naquele país, tornando-se um “apêndice do Comando Sul em nossa América”.

A movimentação de tropas russas estaria ocorrendo na fronteira do lado Arauca, onde são frequentes os conflitos entre os dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e o Exército de Libertação Nacional (ELN).

A operação de exércitos estrangeiros em território venezuelano é uma informação que circula há vários anos. *NTN24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: