Os estragos deixados pela tempestade tropical Ana em Madagáscar e Moçambique

Os estragos deixados pela tempestade tropical Ana em Madagáscar e Moçambique

Em barcos improvisados, os malgaxes avançam angustiados para ver o que resta de suas casas e suas plantações após dez dias de chuvas intensas que atingiram Madagascar, com a passagem da tempestade tropical Ana. 

Pelo menos 51 pessoas morreram desde que o dilúvio começou na noite de 17 de janeiro na grande ilha do Oceano Índico. Cerca de 130.000 habitantes foram afetados, a maioria deles agora desabrigados.

Neste bairro do sul da capital Antananarivo, pequenos grupos remam por entre lentilhas e plantas flutuantes típicas da ilha – chamadas tsifakona -, geralmente usadas como ração para porcos.

As chuvas pararam por três dias e os moradores estão voltando aos poucos. Alguns não quiseram gastar os 300 ariarios (US$ 0,08) para o transporte e voltar a pé, carregando crianças nos braços em locais onde o nível da água ainda é alto. 

A tempestade se formou na semana passada a leste da ilha, causando inundações e deslizamentos de terra. 

Depois de atravessar Madagáscar, Ana entrou no Canal de Moçambique, atingindo também a ilha do mesmo nome e o Malawi, ceifando um total de 90 vidas.

Nesta área pantanosa da planície de Betsimitatatra, as pessoas estão acostumadas a viver com água. Um engenhoso sistema de pontões de madeira geralmente conecta as casas entre si. 

África

Mas a tempestade inundou tudo com água marrom, que exala um forte cheiro de vaso, e os ratos nadam até a superfície em busca de comida. 

“Nossas plantações foram destruídas”, diz Tsontsozafy, mal escondendo sua emoção. Sua esposa, Juliette Etaty, 65, conseguiu guardar alguns sacos de arroz, guardados em panelas, e algumas roupas, que ela empilha até o teto.

Na capital de Madagascar, ginásios e escolas foram convertidos em abrigos de emergência. Mas eles não queriam ir. Por medo de ficar lotado e pegar covid-19, e também por medo de deixar sua casa aberta aos quatro ventos e ladrões. *NTN24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: