Entidades de Japão e EUA assinam protocolo de intenções para o desenvolvimento de reatores rápidos

A agência japonesa de energia atômica e uma fabricante do país concordaram com uma empresa americana em iniciar conversações visando uma possível cooperação técnica para um projeto de reator de próxima geração nos Estados Unidos.

Na quarta-feira, a Agência de Energia Atômica do Japão, a Mitsubishi Heavy Industries e sua subsidiária assinaram um protocolo de intenções com a TerraPower, uma empresa de capital de risco do setor nuclear.

A TerraPower busca desenvolver reatores rápidos resfriados a sódio, em vez de água. Ao gerar eletricidade, os reatores produzem baixas quantidades de lixo radioativo a partir de combustível usado, ao contrário de similares convencionais. A empresa de capital de risco planeja iniciar a operação de um reator rápido nos Estados Unidos em 2028, com o apoio do Departamento de Energia do país.

A Agência de Energia Atômica do Japão, por sua vez, possui dois reatores rápidos no país. Um deles é o protótipo de reator rápido Monju, situado na província de Fukui, região central do Japão. O reator sofreu uma série de problemas de segurança. Ele permaneceu ativo por somente 250 dias nos 22 anos desde o início de seu teste operacional. Em 2016, o governo japonês decidiu pelo descomissionamento do reator, que jamais teve uso comercial.

Segundo a agência de energia atômica, será discutido com a TerraPower se a tecnologia empregada no Monju pode ser usada para o desenvolvimento de reatores rápidos. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: