Mais de 100 faculdades cristãs têm vínculos com clínica de aborto, nos EUA

Mais de 100 faculdades cristãs têm vínculos com clínica de aborto, nos EUA

Um relatório divulgado pelo Institute for Pro-Life Advancement, um projeto do grupo pró-vida Students for Life of America, revela que mais de 100 faculdades e universidades cristãs nos Estados Unidos tiveram laços com a Paternidade Planejada, o maior negócio de aborto do país.

O relatório, divulgado no mês passado, detalha a relação da Paternidade Planejada com Universidades e Faculdades cristãs nos EUA nos últimos dois anos, analisando todas as 784 faculdades e universidades dos EUA afiliadas a uma igreja cristã, descobrindo que 103 delas têm algum tipo de relacionamento com a Paternidade Planejada.

Segundo o relatório, uma relação com a Paternidade Planejada representa um endosso à violência ao aborto e uma partida alarmante da tradição cristã e dos valores bíblicos. Além do relatório, a SFLA publicou um documento detalhado que fornece evidências das relações.

No relatório, as escolas receberam uma nota em uma escala de A+ a F com base no grau de suas respectivas relações com a Paternidade Planejada. Escolas com quatro ou mais “infrações” receberam um F, enquanto as escolas sem infrações receberam um A.

De acordo com The Christian Post, uma nota de letra foi designada para cada infração adicional de até quatro. As escolas que deram o passo adicional de promover centros de gravidez pró-vida como uma alternativa à Paternidade Planejada foram premiadas com um A+.

A pesquisa realizada pelo SFLA revelou que a promoção da Paternidade Planejada como recurso estudantil constitui 56% de todas as infrações. Como a Trinity Washington University, uma escola católica em Washington, D.C., inclui a Paternidade Planejada como um recurso “Saúde da Mulher” em seu site.

Das 103 escolas com pelo menos uma infração, 22% receberam nota F, 20% receberam nota D, 19% receberam nota C e 39% receberam nota B. Sendo que escolas que receberam uma nota F, indicam uma “relação comprometida” com a Paternidade Planejada.

“É crucial que as faculdades e universidades que reivindicam uma afiliação à  cristã e aos valores bíblicos não contradigam esses valores ao fazer parcerias ou promoverem agressores de violência ao aborto”, afirmou Kristan Hawkins,  presidente da SFLA. *Gospel Prime

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: