Há 80 anos, comando nazista se reunia para discutir ‘Solução Final’

Há 80 anos, comando nazista se reunia para discutir ‘Solução Final’
Há 80 anos, comando nazista se reunia para discutir 'Solução Final'
Vila Am Großen Wannsee | Foto do arquivo: Wikimedia Commons

O dia 20 de janeiro marcará o 80º aniversário da infame Conferência de Wannsee, na qual altos funcionários nazistas se reuniram em uma vila no subúrbio de Wannsee, em Berlim, para planejar a destruição sistemática dos judeus europeus, conhecida como a Solução Final para a questão judaica. 

O edifício, conhecido como a vila Am Großen Wannsee, foi  construído em 1915 pelo fabricante farmacêutico Ernst Marlier e adquirido pelo industrial Friedrich Minoux em 1921. Em 1940, foi adquirido pelo regime nazista para ser usado como destino de férias para membros da SS . 

A luxuosa villa foi inaugurada no outono de 1941, com destaque para seus quartos e salões espaçosos e aquecidos, uma sala de música e bilhar, uma varanda com vista para o lago Großer Wannsee e comida, vinho, cerveja e produtos de tabaco disponíveis em abundância.  

Dentro de seus muros, 15 altos funcionários nazistas – entre eles os notórios perpetradores do Holocausto Reinhard Heydrich e Adolf Eichmann – se reuniram para implementar a Solução Final. 

A essa altura, o extermínio em massa de judeus já estava em andamento nos territórios da União Soviética e dos estados bálticos, que foram ocupados pela Alemanha na Operação Barbarossa, iniciada em junho de 1941. 

Uma cópia das atas da Conferência de Wannsee, preparada por Eichmann, sobreviveu à Segunda Guerra Mundial e foi descoberta por acidente em 1947.

Embora o termo “Solução Final” apareça apenas uma vez, fica claro que os nazistas se propuseram a destruir todos aqueles em sua “lista de eliminação”, que eram 11 milhões de judeus na Inglaterra, Irlanda, Suíça, Suécia, Espanha, Portugal, Turquia , Dinamarca, Albânia, Romênia, Bulgária e França. 

Eventualmente, dos 15 que participaram da conferência, quatro nunca foram processados, cinco foram julgados e três foram executados, incluindo Eichmann. Dois outros foram libertados da prisão pouco depois. O resto morreu durante ou logo após a guerra devido a várias razões. 

Após a guerra, a vila de Wannsee foi usada por soldados russos e americanos. Mais tarde, tornou-se um centro educacional do Partido Social Democrata da Alemanha e, eventualmente, um local de lazer para estudantes do ensino médio. 

A longa luta para transformar o edifício em um memorial finalmente deu frutos no início dos anos 1990. O então presidente alemão Richard von Weizsäcker, cujo pai era um alto funcionário do Ministério das Relações Exteriores nazista, não compareceu à cerimônia, nem o então chanceler Helmut Kohl.

Hoje, a vila é um memorial e centro de aprendizado, visitado regularmente por milhares de participantes e estudantes. *Israel Hayom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: