Djokovic fora do Open da Austrália

Djokovic fora do Open da Austrália

A justiça australiana indeferiu o recurso contra a ordem de deportação de Novak Djokovic. O número um do ténis mundial está assim fora do Open da Austrália. Djokovic diz-se “extremamente desapontado”.

Novak Djokovic, número um do ténis mundial, está fora do Open da Austrália. O tenista sérvio não está vacinado contra a covid-19 e, por isso mesmo, é considerado pelas autoridades australianas um risco para a saúde pública.

A justiça australiana rejeitou o recurso apresentado pela defesa do tenista que visava anular a sua ordem de deportação. Os três juízes do Tribunal Federal confirmaram unanimemente a decisão tomada, na sexta-feira, pelo ministro da Imigração, Alex Hawke, de cancelar o visto do sérvio de 34 anos por motivos de interesse público, uma vez que não está vacinado contra a covid-19.

O tenista diz estar “extremamente desapontado” com a decisão que põe termo à sua ambição de participar no torneio e arrecadar um 21° título de Grand Slam.

Em comunicado Novak Djokovic acrescenta estar disponível para colaborar com as autoridades australianas: “Estou extremamente desapontado com a decisão do Tribunal (…) o que significa que não posso ficar na Austrália e participar no Open. Respeito a decisão do Tribunal e cooperarei com as autoridades competentes em relação à minha saída do país.

O tenista diz que vai agora “tirar tempo para se repousar e recuperar”, além de ter ficado “incomodado” com a atenção que lhe foi dada desde que o seu visto foi cancelado à chegada ao aeroporto de Melbourne.

Espero que possamos agora nos concentrar no jogo e no torneio que adoro”, concluiu.

Em tribunal , os seus advogados qualificaram a detenção do tenista e possível expulsão como “ilógicas”, “irracionais” e “sem fundamento”, todavia não convenceram os três juízes do Tribunal Federal que rejeitam unanimemente o recurso.

De relembrar que o ministro da Imigração Alex Hawke cancelou o visto alegando que a presença de Djokovic na Austrália poderia ser um risco para a saúde e “boa ordem” do público australiano e por poder “ser contraproducente para os esforços de vacinação de outros na Austrália”. *RFI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: