Cuba: manifestantes enfrentam décadas de prisão

De acordo com os órgãos de defesa dos direitos humanos, mais de 1.000 pessoas foram presas após protestos em julho

Manifestantes cubanos de um bairro da capital Havana podem enfrentar décadas de prisão nos próximos julgamentos por manifestações contra o governo, disseram grupos de direitos humanos.

Os protestos em julho de 2021 levaram milhares às ruas de Cuba, muitos denunciando o governo comunista e a escassez de alimentos, remédios e eletricidade em meio a um aumento nos casos de Covid.

De acordo com os órgãos de defesa dos direitos humanos, mais de 1.000 pessoas foram presas após os protestos.

Os julgamentos dos acusados ​​de crimes graves começaram em dezembro, alguns já tendo levado a penas de prisão de mais de 20 anos.

As autoridades disseram que os presos são culpados de desordem pública, resistência à prisão, roubo e vandalismo, já que Cuba culpa os Estados Unidos por financiar os distúrbios.

No bairro pobre de La Guinera – onde as manifestações de 12 de julho levaram a confrontos com a polícia e à única morte durante os distúrbios – moradores disseram à Reuters que muitos jovens envolvidos agora enfrentam penas de prisão duras entre 15 e 25 anos.

Laritza Diversent, diretora do grupo de direitos humanos Cubalex, com sede nos EUA, disse que as autoridades em Cuba maximizaram as penas para dar o exemplo e impedir futuros protestos. 

“O governo está dizendo: ‘Olha, eu não estou brincando… se você sair novamente para protestar, isso também pode acontecer com você’”, disse ela.

Nem todos os que participaram das manifestações enfrentaram punições severas, como Leonardo Fernandez Otano, que teve suas acusações retiradas recentemente. 

Ele disse que raça e pobreza pesaram no processo.

“Os jovens de La Guinera não tiveram a mesma sorte e estão condenados a sentenças injustas e politizadas”, disse Fernandez Otano. *i24News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: