Governo americano estaria aberto a considerar restrições militares durante diálogos com a Rússia

Uma autoridade de alto escalão do governo americano declarou que o país está inclinado a discutir possíveis restrições sobre atividades militares na Europa Oriental durante as próximas conversas com a Rússia sobre a Ucrânia.

Autoridades de Estados Unidos e Rússia têm uma reunião agendada em Genebra na segunda-feira. Vem ocorrendo uma escalada das tensões desde o envio de tropas pela Rússia para os arredores da fronteira do país com a Ucrânia no fim do ano passado.

A autoridade americana contou a repórteres no sábado sobre a disposição de Washington em considerar “restrições recíprocas” sobre a mobilização de mísseis e treinamentos militares na Ucrânia e regiões vizinhas.

Contudo, a autoridade acrescentou que o governo americano não concordaria em “fechar a porta” da OTAN para certos países por pedido da Rússia.

A autoridade também falou que a possibilidade dos Estados Unidos negociarem a extensão de sua presença militar ou arsenais em países membros da OTAN “não estava na mesa de negociações”.

A autoridade americana alertou os repórteres que a imprensa russa poderia começar a difundir informações falsas para justificar a posição do Kremlin sobre a Ucrânia. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: