Alemanha ao lado de França por uma “Europa mais soberana”

A Alemanha garante total apoio às autoridades francesas na ambição de alcançar uma Europa “mais soberana”. A França assume a partir de 1 de Janeiro, a presidência rotativa da União Europeia e estabeleceu como objetivo prioritário tornar “a Europa poderosa no mundo”.

A chefe da diplomacia alemã, Annalena Baerbock, garantiu esta sexta-feira (31), que vai apoiar a França durante a presidência rotativa da União Europeia, afirmando partilhar o objetivo de alcançar uma Europa “mais soberana”, em comunicado à AFP.

“Os nossos amigos franceses podem contar com o nosso apoio do primeiro ao último dia para lançar as bases certas na UE: por uma recuperação económica sustentável, na luta contra a crise climática, na digitalização e por uma Europa mais soberana no mundo “, indicou Annalena Baerbock, em comunicado à AFP.

“Reforçar a Europa”

A partir de 1 de Janeiro, a França sucede à Eslovênia na presidência do Conselho da União Europeia por seis meses, representando os interesses dos 27 Estados-Membros diante da Comissão e do Parlamento Europeu.

Para Annalena Baerbock, a presidência francesa constitui uma oportunidade importante “que queremos aproveitar juntos para fortalecer a Europa e torná-la capaz de enfrentar os desafios de amanhã”.

A Alemanha e a França, “como amigos mais próximos no seio da Europa, têm uma responsabilidade particular por uma União Europeia unida, capaz de agir e orientada para o futuro”, acrescentou.

A presidência francesa do Conselho da UE coincide com a presidência alemã do G7, que também começa no primeiro dia do ano. Berlim acolhe a cimeira dos líderes do G7, a reunião está marcada para 26 a 28 de Junho, na Baviera.

“Tornar a Europa poderosa no mundo”

O novo chanceler social-democrata, Olaf Scholz, dirige um governo pró-europeu desde o início de Dezembro, incluindo ambientalistas e liberais.

Estes três partidos já sublinharam o desejo de “aumentar a soberania estratégica da União Europeia”, num momento em que a UE é minimizada no cenário internacional por rivalidades entre grandes potências como os Estados Unidos, Rússia e a China.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, estabeleceu como objetivo desta presidência europeia tornar “a Europa poderosa no mundo“.

A futura presidência francesa apresentou três prioridades – salários mínimos em toda a UE, a regulamentação dos gigantes digitais e um imposto sobre o carbono nas fronteiras. *RFI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: