Feministas mexicanas querem enviar pílulas abortivas para o Texas

O avanço da das leis pró-vida no Texas, Estados Unidos, têm gerado reação de grupos feministas do México, que querem enviar pílulas abortivas contrabandeadas para que mulheres possam assassinar os bebês no ventre.

O grupo Las Libres, com sede no México, está ganhando as manchetes por conceber um plano para trazer a pílula do aborto proibida para os Estados Unidos, de acordo com um artigo do New York Times.

Esse movimento iniciou depois que o governador do Texas, Greg Abbott (R), assinou uma lei conhecida como Senate Bill 4, estabelecendo limites para o uso de drogas que induzem o aborto no Estado da Estrela Solitária.

Ativistas do aborto no México e nos EUA trabalham juntas para construir uma rede pró-aborto. Além de levar mulheres através da fronteira, as ativistas também estão contrabandeando drogas abortivas do México para distribuir ilegalmente no Texas.

“Não temos medo. Estamos dispostos a enfrentar a criminalização, porque a vida das mulheres importa mais do que sua lei”, disse a ativista do aborto Verónica Cruz Sánchez.

Estudos mostram que a droga do aborto mifepristone representa sérios riscos para as mães assim como para seus bebês não nascidos. A FDA ligou a droga do aborto a pelo menos 24 mortes de mulheres e 4.000 complicações graves entre 2000 e 2018. *Gospel Prime

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: