Contra vacinação e medidas restritivas, países europeus foram palco de manifestações

Movimentos populares contra as vacinas e medidas restritivas decretadas pelos governos, para controlar a pandemia, saíram às ruas neste sábado (19) por toda a Europa.

Em Londres, no Reino Unido, cerca de cinco mil pessoas participaram na marcha “Unidos pela Liberdade”.

Milhares de pessoas marcharam nas ruas de Paris e em outras cidades francesas, protestando contra as novas restrições impostas pelo presidente Emmanuel Macron, que pretende criar um “passe de vacinação” para entrar em espaços públicos, como restaurantes, já a partir de janeiro.

Na Áustria, milhares de pessoas saíram às ruas de Viena em protesto contra o certificado digital da Covid-19 e o confinamento obrigatório das pessoas que não estão vacinadas. A vacinação será obrigatória no país a partir de fevereiro para todos os residentes com mais de 14 anos, exceto para as pessoas que não podem ser vacinadas devido a razões de saúde.

Na Dinamarca, milhares manifestaram-se em Copenhague contra a vacinação e pelo “direito de escolha das crianças”.

Em Espanha, a cidade de Barcelona foi palco dos protestos de milhares de pessoas que se manifestaram contra a vacinação e contra a obrigatoriedade de apresentar o passe sanitário para entrar em restaurantes ou ginásios.

As ruas de Hamburgo, na Alemanha, foram também invadidas pelos protestos contra a vacinação obrigatória e as medidas do Governo para abrandar, no país, a propagação do coronavírus.

A cidade italiana de Génova também foi palco de gigantesca manifestação contra o Passaporte Sanitário a ser implantado pelo governo.

*Com agências internacionais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: