Venezuela: Médicos da unidade de terapia intensiva do Hospital Pérez Carreño renunciam em massa

Venezuela: Médicos da unidade de terapia intensiva do Hospital Pérez Carreño renunciam em massa

O secretário da Federação dos Trabalhadores em Saúde (Fetrasalud), informou que os médicos lotados no serviço de terapia intensiva do Hospital Dr. Miguel Pérez Carreño de Caracas renunciaram em massa e denunciaram os abusos da portaria. 

Em sua opinião, o pessoal médico sofre abusos, intimidações, perseguições e ameaças por parte da direção do posto de saúde. 

Além disso, alegaram as péssimas condições de trabalho, por não disporem de materiais, insumos ou equipamentos médicos necessários para o atendimento adequado dos pacientes.

A situação ocorre em meio à pandemia de covid-19, que ceifou milhões de vidas no mundo e que na Venezuela se complica devido à emergência sanitária. 

Zambrano disse que exigia que os médicos admitissem mais pacientes na terapia intensiva, apesar do fato de apenas dois ventiladores mecânicos estarem funcionando. *NTN24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: