Japão demonstra forte preocupação sobre voos militares conjuntos de China e Rússia

O ministro da Defesa do Japão, Kishi Nobuo, expressou forte preocupação a respeito de voos conjuntos realizados anteriormente este mês por bombardeiros chineses e russos próximos ao Japão.

O Ministério da Defesa do Japão afirma que na sexta-feira passada duas aeronaves, uma de cada país, sobrevoaram o Mar do Japão e o Mar da China Oriental antes de seguir em direção ao Oceano Pacífico.

A pasta diz que as aeronaves sobrevoaram águas entre a ilha principal de Okinawa e a Ilha Miyako, no sudoeste do Japão.

O anúncio é o terceiro desde dezembro passado feito pelo Ministério da Defesa do Japão, em que a pasta torna pública informação sobre voos conjuntos realizados por China e Rússia.

Na terça-feira, Kishi disse que a continuidade de exercícios militares realizados pela China e pela Rússia pode ser considerada uma ação para demonstrar força em relação ao Japão. O ministro japonês afirmou que não pode ser descartada a possibilidade de que os dois países venham a estreitar suas coordenações militares.

Kishi expressou forte preocupação, ressaltando que as movimentações chinesa e russa indicam claramente que a situação da segurança ao redor do Japão está se tornando cada vez mais severa.

Acrescentou que o Japão vai continuar com suas rigorosas atividades de alerta e vigilância, e realizar todos os esforços possíveis para fortalecer substancialmente suas capacidades de defesa. *NHk

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.