Sem eleições livres: Nicarágua se consolida neste domingo como a terceira ditadura do continente

Os nicaraguenses irão às urnas em 7 de novembro para as eleições presidenciais, nas quais Daniel Ortega pretende ser reeleito pela quarta vez, após uma onda de prisões de candidatos da oposição.

Ortega realizou uma série de ações para permanecer na presidência da Nicarágua após seu retorno ao poder desde 2007.

Pelo menos 4,3 milhões de cidadãos têm o direito de exercer seu direito no próximo domingo em uma eleição que é descrita pelos Estados Unidos como “uma farsa”.

Daniel Ortega planeja cumprir seu quinto mandato com pouca participação da oposição e em clima de tensão.

“Outra autocracia se enraizando em nossa porta é a última coisa de que precisamos neste hemisfério agora”, disse uma autoridade dos EUA sob condição de anonimato.

O governo Joe Biden impôs sanções financeiras e proibições de viagens a vários membros do regime de Ortega.

No entanto, Ortega afirmou que tais sanções não o deteriam e assegurou que seu governo respeita as leis ao deter pessoas que supostamente conspiraram contra ele. *NTN24

Categorias:Américas, Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.