Países chegam a acordo na COP26 para reduzir emissões globais de metano

Pledge made at COP26 to cut global methane

Na COP26 realizada em Glasgow, na Escócia, a comunidade internacional chegou a uma nova estrutura de combate à emissão global de metano. O esforço conjunto tem o objetivo de reduzir emissões em pelo menos 30% até 2030, em comparação com níveis de 2020.

Batizado de “Compromisso Global do Metano”, o acordo foi estabelecido na terça-feira, com esforços liderados pelos Estados Unidos e pela União Europeia. Noventa e sete países e regiões se juntaram à iniciativa, incluindo o Japão. Já grandes emissores como China, Índia e Rússia ainda não aderiram.

O presidente americano Joe Biden ressaltou que uma das coisas mais importantes a se fazer na próxima década para manter a média da alta das temperaturas globais dentro do limite de 1,5 graus Celsius é reduzir as emissões de metano o mais rápido possível.

Acredita-se que o metano tenha um impacto mais de 20 vezes maior no aquecimento do meio ambiente do que o dióxido de carbono. Os maiores contribuidores para emissão de metano são o setor pecuário, especialmente de gado, o de cultivo de arroz, e os de oleodutos e gasodutos.

A quantidade de metano liberada na atmosfera corresponde a 18% do total dos gases causadores do efeito estufa. Trata-se do segundo percentual mais alto, atrás do dióxido de carbono, que perfaz 72% das emissões. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.