Turquia expulsa embaixadores de 10 países

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou este sábado (23) que os embaixadores de 10 países, incluindo França, Alemanha e Estados Unidos, que apelaram à libertação do seu opositor Osman Kavala, serão declarados ‘persona non grata’.

Recep Tayyip Erdogan ordenou ao Ministério dos Negócios Estrangeiros para declarar cada um dos embaixadores “persona non grata”.

“Ordenei ao nosso ministro dos Negócios Estrangeiros que tratasse, o mais rapidamente possível, da declaração desses 10 embaixadores como ‘persona non grata'”, afirmou o chefe de Estado durante uma viagem ao centro da Turquia, sem, no entanto, fornecer uma data específica.

O Presidente turco disse que “ou os embaixadores conhecem a Turquia e a compreendem” ou têm de partir. Recep Tayyip Erdogan referiu que de um dia para o outro os embaixadores começaram a apelar à libertação do opositor Osman Kavala,  Kavala que é visto pelas autoridades como um agente de George Soros na Turquia”.

Num comunicado divulgado na noite de segunda-feira, o Canadá, a França, a Finlândia, a Dinamarca, a Alemanha, a Holanda, a Nova Zelândia, a Noruega, a Suécia e os Estados Unidos pediram um “acordo de libertação justo e rápido” para Osman Kavala, empresário turco, preso há quatro anos sem nunca ter sido julgado.

No dia seguinte, os embaixadores  foram convocados ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, as autoridades turcas consideraram a abordagem “inaceitável”. *RFI

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.