Suspeito de tiroteio em Parkland se declara culpado do tiroteio em colégio dos Estados Unidos

O atirador acusado Nikolas Cruz se confessou culpado na quarta-feira (20), no tiroteio em massa de 2018 na Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, Flórida , a mais letal em uma escola americana.

Em uma audiência, Cruz, 23, começou a se declarar culpado de 17 acusações de assassinato e 17 de tentativa de homicídio no ataque do Dia dos Namorados. Seu advogado, David Wheeler, principal defensor público assistente do condado de Broward, disse na semana passada que Cruz pretendia se declarar culpado das acusações.

Cruz era um estudante expulso de 19 anos com histórico de saúde mental e problemas comportamentais na época dos assassinatos “frios, calculados e premeditados”, disse o Ministério Público do Condado de Broward em documentos judiciais.

A violência armada em 14 de fevereiro de 2018 deixou 14 estudantes e três funcionários mortos e 17 feridos.

Como os promotores prometeram buscar a pena de morte, sua mudança de alegação de inocente abriria a fase da pena em que um júri decidirá se ele deve ser condenado à prisão perpétua ou à morte. *Israel Hayom

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.