Chang’e-4 da China completa 1.000 dias no lado oculto da Lua

 Chang’e-4 da China completa 1.000 dias no lado oculto da Lua

O módulo de pouso e o veículo explorador da sonda chinesa Chang’e-4 trabalhou por 1.000 dias da Terra no lado oculto da Lua até a quarta-feira, de acordo com o Centro de Exploração Lunar e Programa Espacial da Administração Nacional Aeroespacial da China.

O módulo de pouso e o veículo explorador Yutu-2 estão em boas condições. As cargas úteis a bordo também estão funcionando corretamente e continuarão a exploração científica no lado oculto da Lua.

Até a quarta-feira, o Yutu-2 viajou 839,37 metros e obteve 2.632,01 gigabytes (GB) de dados.

Um dia lunar equivale a 14 dias na Terra e uma noite lunar tem a mesma duração. Atualmente, o módulo de pouso e o veículo explorador entraram no modo dormente para a 34ª noite lunar devido à falta de energia solar.

O Centro de Exploração Lunar e Programa Espacial continuará a publicar as mais recentes descobertas da sonda.

A sonda Chang’e-4, lançada em 8 de dezembro de 2018, realizou o primeiro pouso suave da história na Cratera Von Karman da Bacia do Polo Sul-Aitken, no lado oculto da Lua, em 3 de janeiro de 2019. *Xinhua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: