EUA esperam resolver crise diplomática inédita com a França durante Assembleia Geral da ONU

Horas depois de o governo francês tomar a decisão inédita de chamar de volta o embaixador francês em Washington para consultas – após a “punhalada pelas costas” da venda de submarinos para a Austrália, no lugar do contrato firmado com os franceses –, os Estados Unidos disseram esperar resolver a crise diplomática com seus aliados históricos na próxima semana.

Os chanceleres dos Estados Unidos e da França, Antony Blinken e Jean-Yves Le Drian, estarão presentes na Assembleia Geral da ONU, que se inicia em Nova York na terça-feira (21). “Estamos em contato próximo com nossos aliados franceses” e “esperamos continuar nossa discussão sobre esta questão em alto nível nos próximos dias”, afirmou o porta-voz diplomático americano Ned Price no Twittter, nesta sexta-feira (17).

Ele garantiu “entender” a posição de Paris e acrescentou que Washington tomou nota da decisão sem precedentes de chamar o embaixador francês para consultas em Paris. A França também convocou seu embaixador na Austrália nesta sexta-feira, uma decisão singular com relação a dois aliados históricos.

Mais cedo, um alto funcionário da Casa Branca já havia expressado seu “pesar” pelos franceses “terem dado esse passo”. “A França é um parceiro vital e nosso aliado mais antigo, e acreditamos que nossa relação é extremamente valiosa”, ressaltou Price, como parte dos esforços em andamento para apaziguar a ira francesa. *Informações RFI

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.