Polônia aprova estado de emergência na fronteira com a Bielo-Rússia

O presidente polonês Andrzej Duda aprovou o estado de emergência na fronteira da Polônia com a Bielo-Rússia na quinta-feira, pela primeira vez desde a queda do comunismo.

A disposição proíbe todos os não residentes de entrar na área de fronteira e exige que os residentes portem seus documentos de identidade, além de impor limites rígidos à cobertura da mídia na área. 

Nos últimos meses, milhares de migrantes, a maioria deles do Oriente Médio, cruzaram a fronteira da Bielo-Rússia para os Estados membros do leste da União Europeia: Letônia, Lituânia e Polônia.

A UE suspeita que o influxo foi deliberadamente coordenado pelo presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko, em retaliação às sanções da UE, algo que o regime bielorrusso nega.

A Polônia enviou 2.000 soldados à fronteira nos últimos dias e está construindo uma cerca para bloquear os migrantes, gerando protestos de organizações não governamentais. 

A oposição acusa o partido no poder, Lei e Justiça (PiS, à direita), de usar a questão como forma de obter apoio eleitoral dos adversários da imigração.

O estado de emergência de 30 dias entrou em vigor na quinta-feira após sua publicação no diário oficial. *NTN24

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.