O presidente afegão garantiu que fugiu do país para evitar uma “avalanche de sangue

O presidente afegão Ashraf Ghani declarou no domingo, depois de fugir do país, que o Taleban venceu quando os militantes entraram em Cabul, quase 20 anos depois de terem sido expulsos do poder por uma invasão liderada pelos Estados Unidos.

Ghani saiu quando os insurgentes se aproximaram da capital, antes de finalmente entrar na cidade e tomar o palácio presidencial, selando uma vitória militar nacional em apenas 10 dias.

O Taleban realizou uma varredura relâmpago no país e as forças do governo entraram em colapso sem o apoio dos militares dos EUA, que estão finalizando sua retirada de acordo com o prazo de 31 de agosto estabelecido pelo presidente Joe Biden.

A iminente tomada de controle por insurgentes gerou medo e pânico em Cabul entre os residentes temerosos do Islã linha-dura do grupo, que ele impôs durante seu governo de 1996 a 2001.

“O Taleban venceu com o julgamento de suas espadas e pistolas e agora são responsáveis ​​pela honra, propriedade e autopreservação de seus compatriotas”, disse Ghani em um comunicado postado no Facebook, o primeiro desde sua fuga.

“Agora eles enfrentam um novo teste histórico. Ou preservam o nome e a honra do Afeganistão ou darão prioridade a outros lugares e redes”, acrescentou, dizendo que saiu para evitar uma “avalanche de derramamento de sangue”.

Ghani não disse para onde viajou, mas o principal grupo de mídia afegão, Tolo News, sugeriu que ele tinha ido para o Tadjiquistão. *Informações NTN24 / AFP 

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.