Polícia de Hong Kong prende cinco pessoas envolvidas em publicação de livros infantis

A polícia de Hong Kong prendeu cinco pessoas em conexão com livros infantis que, segundo eles, tinham como objetivo fomentar o ódio contra o governo.

Na quinta-feira, a polícia informou que foram presos cinco membros de um sindicato de terapeutas da fala, com idades entre 25 e 28 anos, suspeitos de conspirar para a publicação de material sedicioso.

Os indivíduos que foram presos teriam, alegadamente, produzido e distribuído três livros ilustrados explicando o que levou a uma série de enormes passeatas contra o governo que abalou Hong Kong em 2019.

Um policial de alto escalão disse durante uma entrevista coletiva que os livros poderiam fomentar o ódio ao governo e incitar comportamento violento e criminoso. O policial disse que as autoridades estão particularmente preocupadas porque os livros são para crianças pequenas que podem ser facilmente influenciadas.

Segundo o policial, a liberdade de imprensa é garantida pela lei de segurança nacional e outras leis de Hong Kong, acrescentando que as pessoas precisam respeitá-las.

Um dia antes, quatro jornalistas do extinto jornal pró-democracia Apple Daily foram acusados de violar a lei de segurança nacional. *NHK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.