CIA convoca veterano da agência para liderar força-tarefa para a Síndrome de Havana

O diretor da CIA, William Burns, convocou um veterano da agência para descobrir o que é o mistério da chamada Síndrome de Havana, à medida que as autoridades americanas se preocupam cada vez mais com o fenômeno,  informou o  Wall Street Journal na quarta-feira (21).

O veterano não identificado liderou a perseguição de Osama bin Laden pela agência há uma década e foi solicitado para liderar a força-tarefa, cujo objetivo é encontrar a causa de incidentes de saúde inexplicáveis ​​sofridos por espiões e diplomatas americanos em todo o mundo.

Suspeita-se que a síndrome tenha afetado dezenas de funcionários americanos destacados no exterior. Recebeu esse nome porque a incidência foi observada pela primeira vez entre funcionários da embaixada dos Estados Unidos em Havana, Cuba, em 2016.

Medidas para encontrar a fonte da síndrome têm ganhado urgência extra, já que vários representantes diplomáticos dos EUA que participam das negociações nucleares com o Irã em Viena relataram sintomas inexplicáveis, incluindo dores de cabeça, nevoeiro, tontura e perda de memória, disse o relatório. *Israel Hayom

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.