Centenas de pessoas presas durante protestos em Cuba

Após os protestos históricos desde domingo em Cuba, mais de cem pessoas foram declaradas detidas ou desaparecidas, incluindo alguns opositores conhecidos.

Milhares de cubanos saíram às ruas de diversas cidades da ilha para protestar contra a crise econômica, agravada pela escassez de remédios e alimentos.

Na segunda-feira à noite, o Movimento San Isidro (MSI) publicou em sua conta no Twitter várias listas com um total de 114 pessoas presas ou não localizadas.

Entre as personalidades reconhecidas estão Guillermo Fariñas, o político Daniel Ferrer e o artista Luis Manuel Otero Alcántara

Também está Camila Acosta, jornalista cubana de 28 anos presa na segunda-feira, segundo Alexis Rodríguez, chefe da seção internacional do jornal madrilenho ABC, com quem trabalhou durante seis meses. 

O chanceler espanhol pediu nesta terça-feira às autoridades cubanas que respeitem o direito de manifestação e exigiu a libertação “imediata” de Camila Acosta. *NTN24

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.