Haiti prende colombianos e norte-americanos pelo assassinato do presidente

Os detalhes sobre o assassinato do presidente do Haiti, Jovenel Moïse, vão emergindo em meio à confusão. A informação oficial até o momento é de que pelo menos 28 agressores participaram do magnicídio, sendo 26 colombianos e os outros dois norte-americanos de origem haitiana.

“Prendemos 15 colombianos e os dois norte-americanos de origem haitiana. Três colombianos morreram e outros oito fugiram”, disse o diretor-geral da polícia nacional, Leon Charles, em uma entrevista coletiva, conforme informa a agência AFP.

Na quinta-feira, a polícia havia anunciado a morte de quatro suspeitos, uma discrepância que Charles não explicou. Já à noite o ministro colombiano da Defesa, Diego Molano, declarou, em resposta a um questionamento oficial da Interpol sobre seis suspeitos, que “a informação indica que são cidadãos colombianos, membros reformados do Exército nacional”.

“Já estão sendo feitas todas as verificações na Colômbia para enviar um relatório completo às autoridades do Haiti”, complementou o general Jorge Luis Vargas, diretor da polícia nacional da Colômbia. *Informações El País

Categorias:Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.