Abuso de poder continua na Nicarágua

A Nicarágua viveu mais uma noite de terror depois que a guarda sandinista realizou seis sequestros contra líderes do Movimento Camponês e líderes da Aliança Universitária

Na noite desta segunda-feira (5), os agentes da guarda de Ortega sequestraram Medardo Mairena, candidato à presidência, junto com Pedro Mena, Fredy Navas e Pablo Morales.

O sequestro foi denunciado pelo Movimento Camponês, Yubrank Suazo denunciou publicamente o sequestro destes jovens e camponeses.

Além de condenar as ações que o regime de Ortega está realizando, ao mesmo tempo Suazo exortou a comunidade internacional a agir e pôr fim a todas as violações que a ditadura perpetrou.

Os líderes estudantis Lester Alemán e Max Jeréz, membros da Aliança Universitária, também foram sequestrados quando estavam na casa segura onde estavam abrigados. 

Quando ocorreu o sequestro, o estudante Lester Alemán estava com sua mãe, enquanto Jeréx notificou por meio de sua conta no Twitter que os guardas da ditadura de Ortega entraram na casa secreta. *NTN24

Categorias:Américas, Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.