Resgate é reiniciado em cidade atingida por deslizamentos no Japão

Equipes de resgate reiniciaram as operações em Atami, na província de Shizuoka, onde grandes deslizamentos derrubaram casas e aproximadamente 20 pessoas estão desaparecidas. Duas mortes já foram confirmadas na cidade, que fica a cerca de 100 quilômetros a sudoeste de Tóquio.

Chuvas torrenciais têm atingido áreas ao longo da costa do Pacífico no arquipélago japonês desde o início de sábado. A precipitação contínua forçou equipes de resgate a suspender os trabalhos por meia hora no domingo.

A forte chuva deixou um cenário de devastação em Atami. A cidade à beira-mar é considerada turística e tem várias casas e hotéis encravados nas costas de morros. Representantes da prefeitura estimam que cerca de 130 casas tenham sido danificadas.

Cerca de mil membros das Forças de Autodefesa do Japão e policiais juntaram-se às operações de busca e resgate.

O governo emitiu um alerta de nível máximo para cerca de 20 mil moradias na cidade após os deslizamentos. Os moradores receberam ordens para garantir sua segurança imediatamente.

O Japão está no pico da época das chuvas. Membros da Agência de Meteorologia afirmam que as precipitações são resultado de uma frente que se move lentamente.

As províncias de Shizuoka e Kanagawa foram as mais atingidas. A precipitação nos últimos dois dias em Atami é equivalente à média para todo o mês de julho.

Oficiais alertam para mais deslizamentos, transbordamento de rios e inundações em áreas de baixo relevo. *NHK

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.