Para combater esvaziamento de cidades, Japão vende casas por 500 dólares

Com grave queda populacional, o Japão passou a oferecer casas a 500 dólares, cerca de 2.400 reais, para atrair novos moradores para as áreas rurais. O subsídio é dirigido a residências que estão vazias ou foram abandonadas por seus antigos moradores.

De acordo com pesquisa feita pelo Instituto de Habitação e Terrenos do Japão, Wakayama, vilarejo a 15 minutos de Osaka, teve a maior taxa de vacância do país, com 18,8% das residências desocupadas. De acordo com a prefeitura de Osaka, a população local vem diminuindo desde 1996.

Conhecida no país como akiya, as residências vazias tornaram-se ainda boa oportunidade para começar novos negócios. ,  Já foram construídos cinemas, lojas e feiras nestes espaços.

Segundo levantamento feito pelo próprio governo japonês, há ao menos 8,5 milhões de casas vazias no país. O fenômeno é resultado do decréscimo populacional, hoje de 250.000 pessoas por ano.

Como resultado, a economia do país enfrenta um cenário de estagnação que já dura três décadas.

Algumas não podem ser ocupadas e nem demolidas. Muitas vezes não se sabe nem quem são os proprietários, porque eles não as querem.

Elas também não são consideradas seguras para a habitação, uma vez que muitas foram construídas antes das leis de padrão de construção do Japão, e podem ser consideradas frágeis em caso de terremoto.

*Veja.com.br