Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico.

A agência de notícias norueguesa NRK informou que, em 2018, vários departamentos da administração pública em todo o país, incluindo os escritórios dos governadores de Oslo e Viken, foram alvo de um amplo ataque cibernético que levou à abertura de uma investigação sobre espionagem, a qual teria tido como objetivo roubar segredos do país, incluindo planos de defesa e preparação para situações de emergência.

De acordo com PST, foi extraído um total de 1,3 Gb de dados, incluindo nomes de usuários e senhas dos funcionários. Entretanto permanece não totalmente claro até que ponto a segurança nacional da Noruega foi comprometida.

Por sua vez, a embaixada da China na Noruega refutou as informações do PST.

“A China nunca participou ou apoiou ninguém em ataques cibernéticos, e sempre se opôs firmemente e reprimiu esse comportamento. Nos opomos veementemente às alegações infundadas contra a China”, anunciou a embaixada, salientando que o desenvolvimento tecnológico do país “não depende do roubo ou saque, mas do resultado de nosso próprio trabalho árduo”. *Informações Sputnik

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.