China condena as ordens de Biden para revisar as origens da COVID

O presidente Joe Biden ordenou que assessores encontrassem respostas para a origem do vírus que causa o COVID-19, dizendo na quarta-feira (26) que as agências de inteligência dos EUA estão perseguindo teorias rivais, incluindo a possibilidade de um acidente de laboratório na China.

As agências de inteligência estão considerando dois cenários prováveis, mas ainda não têm muita confiança em suas conclusões e estão debatendo acaloradamente qual é o mais provável, disse Biden.

As conclusões foram detalhadas em um relatório para Biden, que pediu a sua equipe em março que detalhasse se o novo coronavírus “surgiu do contato humano com um animal infectado ou de um acidente de laboratório”, de acordo com a declaração escrita do presidente.

A Embaixada da China nos Estados Unidos condenou a decisão, dizendo que politizar a questão dificultaria as investigações sobre as origens do COVID-19.

A China apoia “um estudo abrangente de todos os primeiros casos de COVID-19 encontrados em todo o mundo e uma investigação completa em algumas bases secretas e laboratórios biológicos em todo o mundo”, disse a embaixada em comentários postados em seu site. *Israel Hayom

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.