Índia registra 300.000 mortes de Covid-19 como fúria de pandemia

A Índia disse nesta segunda-feira que já ultrapassou mais de 300.000 mortes causadas pela pandemia do coronavírus, o terceiro país a atingir esse número, depois dos Estados Unidos e do Brasil, quando uma enorme onda de infecções sobrecarrega o sistema de saúde.

O número de vítimas do sul da Ásia agora é de 303.720, depois de somar 50.000 mortes em pouco menos de duas semanas, com o número total de infecções subindo para mais de 26,7 milhões, mostraram dados do ministério da saúde.

A Índia tem atingido um aumento recorde em um único dia em infecções e mortes nas últimas semanas em meio ao aumento brutal.

Ele relatou 4.454 mortes de Covid-19 nas últimas 24 horas, o segundo maior número diário de vítimas desde que atingiu o recorde de 4.529 na quarta-feira.

Muitos especialistas acreditam que o número real é muito maior, especialmente porque a doença se espalha além das grandes cidades para as áreas rurais onde vive a maioria da população de 1,3 bilhão e onde as instalações de saúde e os registros são precários.

A onda sobrecarregou não apenas hospitais com pacientes e levou a uma grave escassez de oxigênio e medicamentos essenciais.

Imagens angustiantes de longas filas para funerais e piras improvisadas também surgiram em crematórios e cemitérios.

Enquanto isso, corpos de supostas vítimas de Covid-19 foram vistos boiando no sagrado rio Ganges ou enterrados em covas rasas. *Informações da AFP

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.