Ataques aéreos geram escalada da violência entre Israel e Palestina

Ataques de foguetes contra o principal centro comercial de Tel Aviv teriam deixado uma pessoa morta, ao passo que ataques aéreos em Gaza, conduzidos por Israel, teriam matado 30 pessoas, incluindo crianças.

O grupo islâmico fundamentalista Hamas, que controla a Faixa de Gaza, disparou 130 foguetes em direção a Tel Aviv e arredores, na terça-feira à noite. Muitos deles foram abatidos pelo Exército israelense, mas a imprensa local reportou que os ataques resultaram em uma morte e dezenas de feridos.

O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que o país está em meio a uma campanha robusta. Ele disse: “O Hamas e a Jihad Islâmica pagaram – aliás, digo pra vocês aqui –, eles vão pagar um preço muito alto por esta postura beligerante. E agora, esta noite, estou dizendo que o sangue deles está confiscado”.

O presidente da Liga Árabe criticou fortemente os ataques aéreos de Israel na Faixa de Gaza, classificando-os como “indiscriminados e irresponsáveis”. Acrescentou, durante uma reunião online emergencial entre os chanceleres de países-membros da Liga, que Israel é responsável por uma “perigosa escalada” da situação em Jerusalém.

Conflitos emergiram pela primeira vez na cidade entre forças de segurança israelenses e visitantes palestinos com destino a Jerusalém durante o mês sagrado do Ramadã, que começou em meados de abril.

Nos mais recentes atos de violência, o Hamas disparou centenas de foguetes em direção a Israel, deixando dois mortos, entre segunda e terça-feira. *NHK

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.